Plano de Saúde para Crianças

1747
Plano de saúde para Crianças

Quando falamos em plano de saúde, sempre pensamos nos nossos filhos, não é mesmo? Sabemos que a infância é uma fase bem importante no desenvolvimento da criança, logo, é de suma necessidade que possamos contar com bons médicos e hospitais adequados para atender os nossos pequenos.

Durante os primeiros anos de vida, mais especificamente até os cinco anos, a precisão torna-se ainda mais necessária pelo fato de que é nessa época que a criança começa a adquirir os anticorpos para combater as febres ou outro tipo de problema que ela venha a ter devido ao contato com bactérias e vírus. Depois dessa idade e até os dez anos, um bom plano de saúde também se faz essencial afinal, é a partir daí que a criançada começa a pular, correr e aprontar muito e, em alguns casos, cai e se machuca. Então, lá vamos nós até o hospital.

Dessa forma, tendo em vista o bem estar, principalmente dos nossos filhos, é extremamente importante que o plano de saúde que escolhemos atenda a todas as nossas exigências e necessidades. No que diz respeito ao atendimento, que tenham ótimos profissionais. Quanto ao ambiente, que ofereçam bons hospitais próximos e de fácil acesso. Já referente ao preço, que seja um valor acessível e que caiba no nosso orçamento, para que as mensalidades não deixem de ser pagas e, assim, evitemos ficar sem o plano.

Seu filho já estuda? Veja nosso post sobre planos de saúde para estudantes.

Para ajudar ainda mais a optar pelo plano de saúde ideal para o seu filho, vamos dar algumas dicas para você não errar na hora da escolha.

Como escolher plano de saúde para crianças

Na grande maioria dos planos empresariais que disponibilizam um determinado plano de saúde, o bebê já está incluso nele e, portanto, tem direito de desfrutar deste benefício. No entanto, essa inclusão origina custos adicionais ao beneficiário, que, normalmente, é considerado como um valor bem mais baixo se comparado a um que não é contratado pela empresa.

Caso o plano de saúde seja de caráter hospitalar com obstetrícia incluída, a inscrição do filho adotivo, natural ou recém-nascido é garantida. Todavia, é preciso prestar atenção no prazo de inscrição, que é de 30 dias após a adoção da criança ou do nascimento do bebê.

Agora, suponhamos que no plano que você contratou você já tenha cumprido o período de carência. Nessa situação, o seu filho deverá ficar isento de cumpri-la. Mas, se por acaso o prazo ainda não foi cumprido, o seu filho terá que cumpri-la até completar o tempo restante que ainda falta.

Operadoras que disponibilizam plano de saúde para crianças

Como já falamos anteriormente, a faixa etária de uma criança, que começa no zero e vai até os dez anos, é a fase em que elas têm maiores chances de usufruir dos benefícios proporcionados pelo plano de saúde. Com isso, contratar o plano de saúde para crianças perfeito e adequado a elas é essencial. Dessa forma, é de inteira responsabilidade dos pais saber a operadora que estão contratando, para que os seus filhos não fiquem na mão no momento em que precisarem de um atendimento.

Por esse motivo, decidimos listar algumas dessas operadoras que oferecem plano de saúde para crianças. A partir dessas informações, é só decidir qual delas mais lhe interessa.

Unimed;
Amil;
Clinipam;
SulAmérica;
Bradesco Saúde.

Saiba como cotar planos de saúde online

17 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA